Notícias

Maringá Futebol Clube deixa de ser associação e se torna Sociedade Anônima do Futebol

25/07/2022 15:40

Lançamento da SAF Maringá FC será nesta quarta-feira, 27, em um evento realizado para patrocinadores, acionistas e parceiros comerciais do clube

 

O Maringá Futebol Clube deu mais um passo importante em sua gestão e, a partir desta quarta-feira, 27, deixará de ser associação e se tornará Sociedade Anônima do Futebol (SAF). O clube fará o lançamento da SAF Maringá FC em um evento na noite de quarta-feira, direcionado aos seus patrocinadores, diretores, acionistas e parceiros comerciais.

A SAF é uma nova configuração jurídica, criada exclusivamente para times de futebol, permitindo que os clubes que nasceram Associações Desportivas sem fins lucrativos, façam a conversão para SAF. Isso possibilita que pessoas ou grupos interessados em investir no futebol tenham mais segurança devido à transparência na gestão, com regras claras de governança e com fiscalização pela Comissão de Valores Mobiliários, a CVM.

A mudança para modelos similares de gestão já ocorre há alguns anos em outros países como Inglaterra, Alemanha e Portugal. No Brasil, a SAF foi criada pela Lei 14.193/2021 e promulgada em 6 de agosto do ano passado. Grandes equipes como Cruzeiro, Botafogo e Cuiabá já se transformaram em SAF.

De acordo com o presidente do Maringá FC, João Vitor Mazzer, a mudança no modelo de gestão abre as portas para uma nova etapa do clube maringaense. “A SAF é uma tendência para a profissionalização e aumento de responsabilidade nas gestões de equipes de futebol no Brasil e o Maringá Futebol Clube está evoluindo ano a ano nesse quesito. A partir de agora deixamos de ser uma associação e nos transformamos em Sociedade Anônima do Futebol, mantendo o mesmo CNPJ e alterando a razão social do clube de Sociedade Esportiva Alvorada Club para Maringá Futebol Clube SAF. A transparência na gestão e o modelo jurídico abrem as portas para investidores, dando segurança e aumentando, consequentemente, a evolução dentro e fora de campo do MFC para buscarmos o crescimento tão desejado por nós e pelo maringaense”, projetou Mazzer.