Maringá FC faz último treino e viaja para Curitiba

Foto de membro da elenco do Grêmio Metropolitano Maringá
Terminou há poucos instantes, no CT Vale da Zebra, o último treino do Maringá Futebol Clube (MFC) antes do jogo contra o Paraná Clube, válido pela segunda rodada do Campeonato Paranaense. O clima na manhã desta quarta-feira (22) era de descontração nas atividades mais leves propostas pela comissão técnica já pensando no desgaste da viagem até Curitiba, marcada para hoje ainda, após o almoço.

Após um coletivo ocupando meio campo do CT e que envolveu toda a delegação, o técnico do MFC, Claudemir Sturion, comentou sobre o próximo desafio do time maringaense: encarar outro grande clube da capital e, desta vez, fora de casa. "Temos que estar prontos a todo momento. Fizemos um trabalho recreativo agora de manhã e agora é concentrar bastante, fazer uma boa viagem e tentar sair com uma boa vitória na partida contra o Paraná", afirmou.

Sobre o time escalado para a partida de quinta-feira (23), no Estádio Durival Britto e Silva, Sturion tem apenas uma dúvida no ataque. "Ainda vamos decidir se será o Pequi ou o Fábio quem vai entrar no lugar do Felipe, que se machucou. Mas essa decisão, só mesmo na hora do jogo."

O atacante Fábio Martins, de 24 anos, vinha recuperando a forma física nas últimas semanas e agora já está apto a integrar o elenco. De Cornélio Procópio (PR), Fábio é um dos reforços que chegaram no MFC este ano. Antes disso, defendia o clube japonês Fukushima United. O atacante Pequi, 28, que veio do Naviraiense (MS), já foi apresentado para a torcida: ele entrou nos últimos amistosos e substituiu Felipe na partida contra o Coritiba, no último domingo. Foi ele quem deu o passe para Leandrinho marcar o gol da vitória na primeira rodada do Paranaense.

Ainda sobre a expectativa para os próximos jogos em Curitiba - o MFC encara também na capital o J. Malucelli no próximo domingo (26) - o técnico disse que continuará mantendo as mesmas estratégias dentro de campo. "Vamos jogar da mesma maneira que a gente vem jogando, não tem porque mudar. Continuaremos com marcação forte e velocidade na hora que sair com a posse de bola", revelou Sturion.

Para ele, é difícil falar em metas nesta miniturnê em Curitiba. Mas espera da sua equipe, independentemente do adversário e local, sempre a vitória. "Sobre nossos objetivos nos dois jogos fora de casa, é difícil falar. Depende muito da partida, do momento, se tomamos um gol logo de cara, por exemplo, a estratégia já precisa ser mudada. De repente se saímos na frente, é outra a estratégia. Mas o objetivo maior mesmo é buscar as duas vitórias fora de casa." (Da Assessoria de Imprensa)

 

Notícias Externas

Grêmio Metropolitano Maringá

Maringá FC - Todos direitos reservados

Byte (angel) Byte - Soluções Tecnológicas